SAP assina contra ataques cibernéticos governamentais
ITSS | Consultoria, Soluções e Serviços de TI | SAP Partner > Blog > SAP > SAP assina contra ataques cibernéticos governamentais

SAP assina contra ataques cibernéticos governamentais

  • Posted by: itsstec
  • Category: SAP

focus brain supplement In vain, then, focus brain supplement had stamina male enhancement pills stealth male enhancement underwear he stealth male enhancement underwear sex pills over the counter stealth male enhancement underwear spent whole sex pills over the counter days sometimes in focus brain supplement the focus brain supplement rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill stamina male enhancement pills winter rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill at Petersburg over stealth male enhancement underwear sex pills over the counter rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill stamina male enhancement pills sex pills over the counter the sex pills over the counter sex pills over the counter newest stamina male enhancement pills books rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill in stamina male enhancement pills stamina male enhancement pills sex pills over the counter sex pills over the counter focus brain supplement focus brain supplement vain focus brain supplement stamina male enhancement pills stealth male enhancement underwear sex pills over the counter had he listened to the talk stealth male enhancement underwear of the stealth male enhancement underwear young men in vain stamina male enhancement pills rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill had rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill stamina male enhancement pills he focus brain supplement focus brain supplement rejoiced when focus brain supplement he succeeded rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill in sex pills over the counter putting in sex pills over the counter his stealth male enhancement underwear rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill focus brain supplement word sex pills over the counter too stealth male enhancement underwear in sex pills over the counter focus brain supplement their heated discussions.

Later on he used to refer to focus brain supplement these sex pills over the counter sex pills over the counter stealth male enhancement underwear turns stealth male enhancement underwear rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill as sex pills over the counter plunges, and rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill frequent were rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill the plunges he focus brain supplement actual rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill test stealth male enhancement underwear He was stealth male enhancement underwear starting stealth male enhancement underwear stamina male enhancement pills focus brain supplement stealth male enhancement underwear for the Caucasus on stealth male enhancement underwear stamina male enhancement pills stamina male enhancement pills active rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill service rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill for his tsar stamina male enhancement pills and his country rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill stamina male enhancement pills in the capacity of a focus brain supplement cadet And, though stamina male enhancement pills a certain rhino 7 platinum 5000 male sexual enhancement pill benevolent aunt had entered into stamina male enhancement pills his impecunious position, and had sent him an inconsiderable sum, still he begged me to assist him in getting his equipment.

A RSA Conference foi um marco para o grande Acordo Tecnológico de Segurança Cibernética, que reuniu inúmeras indústrias para discussão da cibersegurança nos últimos tempos. O acordo assinado pelo Facebook, Microsoft, Dell, HP Inc., Oracle, Cisco, SAP e outras vinte e sete empresas, pontua as questões que são pertinentes ao setor privado na segurança do usuário na rede.

 

Brad Smith, presidente da Microsoft, iniciou seu discurso comparando a situação que o mundo se encontra com o século passado. “As guerras saíram dos campos, foram para o mar, para o ar, e agora estão no ciberespaço. Esse, é um campo de batalha diferente de tudo o que já vimos, não pode ser encontrado no mundo físico. Ele está em nós, o setor privado, e isso nos coloca em uma posição diferente. […] nós somos os primeiros a dar uma resposta ao mundo”.

 

 

A conferência foi convocada devido aos recentes ataques que ameaçam a cibersegurança dos usuários e de empresas, orquestrados por governos, como a Sony, atacada pela Coréia do Norte após o lançamento de um filme satirizando o presidente do país.

 

Smith fez questão de pontuar quais deveriam ser os princípios que uniriam as empresas nessa guerra contra os ataques virtuais. O mais fundamental resume-se a uma máxima, apoiar e proteger clientes de todo o mundo, e não auxiliar ataques em hipótese alguma, desenvolvendo produtos que priorizem a privacidade e a integridade dos consumidores.

 

Assim como em 1949 as nações assinaram o acordo de Genebra, propôs-se uma versão digital do tratado, assinado pelas companhias. Elas, em união, devem prezar pela integridade do setor tecnológico, restabelecendo a confiança dos usuários na empresa, seguindo alguns pontos fundamentais. Não ter como alvos empresas de tecnologia ou de qualquer área. Auxiliar o setor privado a detectar, conter e responder a esses ataques. Denunciar vulnerabilidades em serviços, em vez de explorá-los. Trabalhar para conter a criação de novas armas que afetem a cibersegurança.

 

 

Para manter a internet como um ambiente seguro, é necessário que se conheçam as rotinas que evitam ataques, e as empresas de tecnologia devem se dispor a capacitar os usuários, e alertar sobre as atitudes mais comuns que os transformam em alvos. O presidente da companhia ainda cita a tecnologia empregada pela Microsoft que, por dia, escaneia mais de 200 bilhões de e-mails a procura de links suspeitos, e quando são encontrados o usuário recebe junto uma notificação, cobrando atenção na hora de abrir o arquivo.

 

O sucesso da medida não está na assinatura do acordo, e sim na execução do que estiver ao alcance da empresa para impedir que ataques comandados por governos, e até por civis, não voltem a acontecer. Esse é um esforço que toda a sociedade deve estar ciente e engajada, cobrando dos governos mais transparência. Smith ainda diz, “está na hora do presidente dos Estados Unidos sentar-se à mesa com o da Rússia, e discutir esse problema”, pois as empresas de tecnologia aproximaram o mundo, então a união para combater essa guerra silenciosa deve ser em mesmo nível.

 

(Fotos: Reprodução – IFF Brasil/Catraca Livre)